O que são emolumentos : Bolsa de Valores B3

Entenda o que são emolumentos na Bolsa de Valores: taxas essenciais para operar na B3. Emolumentos o que é?
Emolumentos

Se você está ingressando no mundo dos investimentos ou até mesmo se já é um investidor experiente, é crucial entender todos os aspectos que envolvem suas transações na Bolsa de Valores. Um termo que frequentemente surge nesse contexto são os emolumentos. Mas afinal, o que são emolumentos? Neste artigo, vamos explorar exatamente isso, focando especialmente na Bolsa de Valores brasileira, a B3.

Se quiser saber mais sobre outros custos envolvidos na compra de ações, avalie estes artigos:

Corretagem : Operações na Bolsa de Valores

Impostos Sobre Ações : Alíquotas e tudo que o Investidor Deve Saber

O que são Emolumentos:

Se você esta buscando entender emolumentos o que significa, na Bolsa de Valores, são encargos financeiros cobrados sobre cada operação realizada pelos investidores. Estas taxas são fundamentais para a sustentação e manutenção da infraestrutura e dos serviços oferecidos pela Bolsa de Valores brasileira, a B3.

Quando um investidor executa uma operação na Bolsa, seja compra ou venda de ações, fundos imobiliários, contratos futuros ou outros ativos financeiros, ele está sujeito ao pagamento de emolumentos. Estas taxas são determinadas com base no volume financeiro da operação e são calculadas como um percentual sobre o valor total negociado.

Os emolumentos desempenham um papel crucial no ecossistema do mercado de capitais, uma vez que são eles que financiam os custos operacionais da B3. Esses custos incluem a manutenção dos sistemas de negociação, a segurança do mercado, a regulação e a supervisão das operações, entre outros serviços essenciais para o funcionamento eficiente e transparente do mercado financeiro.

É importante ressaltar que os emolumentos não são fixos e podem variar de acordo com o tipo de operação e o valor negociado. Além disso, eles são cobrados tanto na compra quanto na venda de ativos, afetando assim o resultado financeiro de cada operação realizada pelo investidor.

Tarifação aplicável a:
  • Ações
  • Brazilian Depositary Receipts – BDRs Não Patrocinados (Nível I)
  • Brazilian Depositary Receipts – BDRs Patrocinados (Níveis I, II, III)
  • Bônus de Subscrição
  • Certificado de Depósito de Ações (exceto BDR)
  • Certificados de Potencial Adicional de Construção – CEPAC
  • Cotas de Fundo de Desenvolvimento do Espírito Santo – Fundes
  • Cotas de Fundos de Índice de Ações – ETF de Ações
  • Cotas de Fundos de Índice Internacional – ETF Internacional
  • Cotas de Fundos de Índice de Renda Fixa – ETF de Renda Fixa
  • Cotas de Fundo de Investimentos da Amazônia – Finam
  • Cotas de Fundo de Investimentos do Nordeste – Finor
  • Cotas de Fundos de Investimento em Ações – FIA
  • Cotas de Fundos de Investimento Imobiliário – FII
  • Cotas de Fundo de Investimento Setoriais – Fiset
  • Direitos de Subscrição
  • Outras Cotas de Fundos de Investimento (Instrução CVM 555/2014)
  • Recibos de Subscrição

 

Como são Calculados os emolumentos B3:

Os emolumentos na B3 são calculados com base no volume financeiro das operações realizadas pelo investidor. Em geral, a taxa é um percentual sobre o valor total da operação. Vale ressaltar que os emolumentos não são fixos e podem variar de acordo com o tipo de operação e o volume financeiro envolvido.

Atualmente (Fev/2024) se você opera:

  1. MINI INDICE pagará de emolumentos (Registro + Emolumentos): R$0,32 POR CONTRATO. 
  2. MINI DÓLAR pagará de emolumentos (Registro + Emolumentos): R$1,06 POR CONTRATO.

 

Veja abaixo a tabela de emolumentos pela B3. Para os emolumentos do MERCADO DE AÇÕES (À VISTA):

Emolumentos

1 Sobre o valor financeiro da operação, de cada investidor (comprador e vendedor).

2 As operações realizadas durante os leilões de abertura, de fechamento e em Ofertas Públicas de Aquisição (OPA), o valor da tarifa de negociação será 0,0070% desde que: • Não sejam realizadas por fundos e clubes de investimento (que permanecem na regra em vigor); • Não sejam caracterizadas como daytrade.

3 Para fins de suas Políticas de Tarifação, a B3 considera como Fundos e Clubes de Investimento Locais aqueles investidores cujas atividades econômicas cadastradas no Sincad são: 203.00, 501.00, 501.01, 501.02, 501.03 e 701.00

Obs: Para as operações de exercício de box que forem levadas até o vencimento não haverá cobrança das taxas acima.

 

Emolumentos B31 Aplicadas regressivamente sobre o valor financeiro da operação, de cada investidor (comprador e vendedor).

2 por corretora Informações retiradas do site da B3: https://www.b3.com.br/

 

EXEMPLO 1:

Se você comprar R$100.000,00 em ações, além do seu custo de corretagem (se quiser saber mais sobre custos de corretagem sobre ações clique aqui), você irá pagar de emolumentos da seguinte forma:

R$100.000,00 x 0,03% = R$30,00 Sendo R$5,00 pela negociação + R$25,00 pela liquidação.

Mas, se tiver feito Daytrade e vendido a posição de ações. Teria uma taxa diferente, de 0,023% conforme a tabela acima e um custo total de R$23,00 x 2 = R$46,00.

EXEMPLO 2:

Se você comprar R$600.000,00 em ações, você irá pagar de emolumentos da seguinte forma:

R$600.000,00 x 0,03% = R$180,00 Sendo R$30,00 pela negociação + R$150,00 pela liquidação.

Mas nesse caso, se tiver feito Daytrade e vendido a posição de ações. Teria um custo diferente, pois como vimos na tabela acima, terá operado no dia mais do que R$1MM, sofrerá uma tarifa menor, de 0,0225% sendo: 0,0048% de custo de negociação R$57,60 + 0,0177% de custo de liquidação R$212,40. Portanto um custo total de R$270,00 sobre o total de R$1,2MM que terá operado no dia.

 

 

Investidor de alta frequência (HFT):

Poucas são as noticias sobre emolumentos, mas recentemente tivemos uma excelente veiculada pela nossa quedida B3. Você sabia que é possível conseguir desconto sobre emolumentos cobrados pela B3? Sim. A B3 possui um programa de incentivo para tarifação menor para quem roda muitos contratos futuros.

O desconto pode chegar até 35% do tabelado! O modelo de tarifação para investidores de alta frequência (high-frequency trader – HFT) impacta somente os investidores cadastrados como HFT.

Com o credenciamento o investidor passa a integrar o programa HFT e somente começa a valer após a conclusão do processo solicitado PELA SUA CORRETORA na B3.

Veja como deve ser feito em : https://www.b3.com.br/

É importante mencionar que investidores que solicitarem a inclusão de todos seus participantes até o dia 15 de cada mês serão cadastrados no Programa HFT a partir do primeiro dia útil do mês seguinte. Após essa data, serão cadastrados a partir do primeiro dia útil do segundo mês seguinte.

Emolumentos HFT

Além disso é importante ressaltar que há REQUISITOS MÍNIMOS:

Emolumentos requisitos mínimos

 

Importância dos Emolumentos:

Embora possam parecer apenas mais uma despesa para os investidores, os emolumentos desempenham um papel fundamental na manutenção e no funcionamento do mercado de capitais. Eles ajudam a cobrir os custos operacionais da Bolsa, garantindo a eficiência e a segurança das transações realizadas.

É assim que a bolsa “ganha dinheiro”! Que alias, sem ela, não poderíamos negociar nossos ativos no mercado.

Atualmente o Brasil não tem outra bolsa além da B3 e operamos num mercado monopolista.

A B3 integra o sistema financeiro nacional (SFN) e é regulada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários), que preza, por sua vez, pelo bom funcionamento do mercado e na defesa dos investidores.

 

Emolumentos

Diferença entre Emolumentos e Corretagem:

É importante não confundir emolumentos com corretagem. Enquanto os emolumentos são taxas cobradas pela Bolsa de Valores, a corretagem é a taxa cobrada pela corretora responsável por intermediar as operações do investidor. Ambas são importantes e devem ser consideradas ao calcular os custos de uma operação na Bolsa. Sem a corretora você não consegue enviar ordens para a bolsa. Então preze pela plataforma que tenha uma boa interface, seja pelo site, aplicativo e plataformas de envio de ordens, mesmo que ela seja um pouco mais cara em sua corretagem. Vai valer a pena quando você precisar enviar suas ordens para a bolsa e que sejam EXECUTADAS.

Veja mais sobre esse tema no artigo – > Corretagem : Operações na Bolsa de Valores

 

Conclusão:

Em resumo, os emolumentos são taxas cobradas pela Bolsa de Valores B3 sobre as operações realizadas pelos investidores. Eles são essenciais para garantir o funcionamento e a segurança do mercado de capitais. Ao entender o que são emolumentos e como são calculados, os investidores podem tomar decisões mais informadas e eficazes em suas operações na Bolsa. Além desses custos mencionados acima, recomendo saber mais sobre impostos sobre bolsa de valores e compra de ações neste artigo: Impostos Sobre Ações : Alíquotas e tudo que o Investidor Deve Saber

 

Redação: Marco Verdile

Verdile é Assessor de investimentos pela XP Investimentos, Especialista em renda variável, Economista pela PUC-SP e Matemático pela USP, pós graduado em Financal Analysis por Harvard.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Invista com a XP Investimentos

Abra a sua conta na XP Investimentos em pouco passos!